Quando é a hora de começar a fisioterapia? Meu filho precisa fazer todos os dias?

São tantas as orientações que a mãe recebe quando tem uma criança com alguma alteração cognitiva ou motora que fica difícil saber qual tratamento seguir ou qual é a hora de começar. E surgem outras questões:  será que essa terapia está certa? Será que não é cedo demais?

O corpo foi feito para movimentar. A criança se movimenta desde o útero da mãe durante toda a gestação. Então porque ao nascer vamos deixar ela quieta? Criança nasceu para brincar, movimentar e sorrir. Então, se fisioterapia é movimento, a hora a fisioterapia é desde o nascimento e por toda a vida e todos os dias. Engana-se quem acha que fisioterapia é para pessoa apenas com atraso motor ou de aprendizagem.

O objetivo da fisioterapia é dar a criança uma vida funcional e de interação social. Nesse caminho o papel da família é essencial. É necessário que quem fique mais tempo diariamente com a criança acompanhe-a nos dias de fisioterapia e realize as atividades em casa.

Acredite, movimentar a criança somente em duas sessões por semana e não executar nos outros dias será um tempo perdido.

O maior TERAPEUTA que uma criança pode ter é a FAMÍLIA.

Segue orientações simples que você pode iniciar com sua criança:

Na hora do banho – Deixe o bebê se mexer livremente na água e faça movimentos circulares  na barriga e nas costas permitindo que ele também sinta parte de você;

Ao se vestir – Roupas com aberturas frontais e que passem pelos membros de forma fácil é essencial.

Carregando o bebê- A cabeça apoiada e alinhada com o corpo enquanto não consegue sustenta-la; Assim que tiver mais controle ou os pais conseguirem alinhar a criança proporcione o  olhar da criança para frente do ambiente que o cerca. Braços sempre livres, pernas fechadas. CUIDADO com abertura exagerada das pernas.

Posicionamento: O bebê pode ser colocado de bruços, com suportes laterais ou sob o tronco, a um ângulo de aproximadamente 30 graus, mas não durante o sono.  Compre um tatame e deixe um espaço para a criança se divertir.

Atividades com a criança: varia segundo cada idade da criança e isso é bem descrito na literatura. E o que eu posso dizer: Respeite o momento de cada criança, brinque e divirta-se.

 Autora:  Marianne Lucena (Fisioterapeuta)

Fonte imagem: http://pequenoscuidados.com