Guerreira Vitoria

Linda história de uma princesa valente e sua dedicada família!

Sou Valdeci, mãe da pequena e grande guerreira Vitoria Eduarda. Vitória nasceu no dia 7 de junho de 2006, às 15:45h. Ela veio ao mundo por meio de uma cesariana e prematura de 34 semanas. Pesou apenas 1.480kg e mediu 37cm. Ainda no Hospital Universitário, ela teve infecções neonatal, anemia, aspiração e uma pneumonia aspirativa. Ela  ficou na UTI Neonatal por uma semana, depois passou para o berçário onde eu recebi a noticia dos médicos de que minha pequena era portadora da hidranencefalia.

O meu mundo veio abaixo naquele momento! Chorei muito! Não tive o apoio do pai dela. Ele não quis nem falar com os médicos… Precisei enfrentar tudo sozinha. A única pessoa a qual podia recorrer era a minha amiga Neuza, ela foi muito importante, foi o meu ombro amigo.

Vitória Eduarda permaneceu no hospital por um período de 2 meses para poder ganhar peso. Saindo do hospital começava a luta para conseguir acompanhamento na APAE, local esse que encontrei apoio e orientação. A neuropediatra,  Drª Maria Cristina, foi e é muito importante em nossa vida, além de profissional ela é a segunda mãe da “Dudu”, como chamamos a nossa pequena.

Quando ela completou o seu primeiro aniversário, o pai dela nos abandonou completamente, não quis saber deste “problema” (por se referir a sua patologia). Mas Deus foi tão bom comigo e com ela que colocou em nosso caminho o “tio Douglas”, o meu atual marido que a ama de todo coração, não se importando com sua limitação.

A minha filha mais velha, Ticiane,  me ajudou muito, trazia a maninha no meu serviço para poder levar ela na APAE.

Sem dúvida a caminhada foi longa e ainda será… No inicio ela teve convulsões, mas hoje já está bem controlada. Em 2010 ela nos deu um grande susto e ficou internada por uma semana. Nesse período começou a usar sonda nasal para se alimentar. Ficou com a sonda por 1 ano e quando o médico indicou a colocação da sonda enteral eu neguei e assumi todos os riscos. Hoje, a nossa menina se alimenta pela boca normalmente.

Vitória Eduarda é uma menina inteligente dentro do seu quadro neurológico. Com seu jeitinho acaba conseguindo o que quer, principalmente com o tio Douglas. Duda, apesar de todas as suas limitações, é uma criança saudável. Já são  9 anos de muita luta, mas graça a Deus posso dizer que vivemos um dia de cada vez. Não  faço planos para o futuro, pois  o que impota é o aqui e agora.

Ser mãe de criança especial é uma experiência única. Cada  sorriso ou  gesto é  uma grande  vitória.

Comentários