Dudinha Linda é portadora da Microcefalia

Olá! Meu nome é Elaine Costa, tenho 32 anos, sou mãe de Ellen e Eduarda, 13 e 4 anos.  Dudinha é portadora da MICROCEFALIA.
Minha gravidez foi tranquila e não fiquei sabendo de nada,  mas já no final da gestação eu esperava parto normal e nada de Duda dar sinal. Então,  procurei conhecidos quando estava com 41 semana e 6 dias pra fazer a cesariana, visto que  o hospital aonde fiz todo o pré-natal não quis fazer o procedimento. Assim,  no dia 23 /03/2011 minha Duda nasceu! Aparentemente estava tudo normal, porém apresentou baixo peso, 2.435 g,  anemia, sopro no coração e muita dificuldade para mamar tendo assim, que colocar o bico de silicone para sucção.
Após 9 dias ela teve alta e viemos pra casa. Contudo,  depois de um mês ela apresentou um quadro aparentemente de gripe, mas fiquei muito preocupada pois ficava roxa. Nesse período ela ficou internada por um mês, sendo 10 dias em uma UTI.  A alta foi dada e ninguém me orientou a nada …
Pois bem, fomos seguindo nossa vida e ela sempre com dificuldades pra engolir. Aos 8 meses apresentou um quadro convulsivo onde levei pra emergência e a Neuropediatra me encaminhou pra o consultório já que a pediatra tinha me encaminhado, porém,  pelo SUS tudo é sempre muito difícil. Na  consulta a Drª Dulce,  no Oswaldo Cruz aqui em Recife- PE, passou os exames necessários e antes mesmo de ter os resultados me informou que a Dudinha seria especial e teria suas limitações. Eu na hora aceitei e disse que isso só serviria pra ela ser mais amada do que já era.
Com  1 ano e 2 meses ela broncoaspirou o mingau e foi diretamente pra UTI onde passou 5 meses internada. Foi muito sofrimento,  várias intercorrências  e até uma parada cardíaca de 40 minutos. Nossa quanto sofrimento ver minha filha ali! Foram noites e dias de sofrimento, só Deus sabe!
Graças a Deus, depois de 5 meses ela teve alta,  mas minha Duda veio diferente pra casa. Hoje em dia ela se alimenta por sonda traqueostomo e eu tenho vários cuidados diários com ela. É trabalhoso,  mas o amor e as forças são renovadas a cada dia!

A luta continua,  as dificuldades são grandes, pois tenho que levá-la pra as terapias e consultas e não tenho carro. Ela está pesada, é caldeiraste, usa sonda e traqueo e não consigo andar no ônibus… Enfim,  o que me faz ter forças é olhar pra o rostinho dela e vê-la sorrir aprendendo as coisinhas que ensinamos – dar tchau, mandar beijo, bater palminhas, dizer sim e não com a cabeça, pois não fala, não senta não anda…

12784649_1125212057488921_1806930335_n
Imagem de arquivo pessoal.

E assim vamos vivendo! As vezes fico triste por não poder comprar algumas coisas, como o  parapodio, uma banheira de banho adequada, brinquedos que a estimulem ou mesmo fazer uma festa de aniversário, entre outras… Só consigo dar o necessário pois deixei trabalho para ficar com ela e o benefício é pouco demais pra duas filhas. A  irmãzinha a ama, tem 13 anos e me ajuda muito. Sabe até aspirar o traqueostomo, graças a Deus.

12788042_1125212474155546_2137689870_n
Imagem de arquivo pessoal.

Morei com o pai das duas até Duda sair da UTI, depois me separei porque ele não tinha amor pela Duda, só fazia as coisas por ela por obrigação de pai.  Com o tempo, Deus mandou um homem de bem pra mim e que ama minhas filhas, principalmente a Dudinha que também é louca por ele .Vai fazer 3 anos que estamos juntos e ele me ajuda no que pode já que cuida de tudo de uma casa porque moramos de aluguel.

Enfim, isso é um resumo da história de Dudinha, nosso anjinho! Um amor que não tem explicação!
Podemos  ajudar essa princesa e sua mãe guerreira. 
Eduarda, precisa de: 
-fraldas XXG
-itens de higiene
-brinquedos para estimular o desenvolvimento
-doações em dinheiro para levar a criança nas terapias
Para doações pelo correio ou presencialmente: 
Elaine da Costa Gomes
Rua do Papa-capim, 136
Bairro Rio Doce
Olinda (PE)
CEP 53070-140

Para doações em dinheiro: 
Elaine da Costa Gomes
Agência 6298-7
Conta 5243-4
CPF: 048.486.964-70
Banco Bradesco