Amamentação: problemas, dicas e benefícios para as mamães

Olá! Continuando a nossa campanha em favor da amamentação, hoje vou apresentar os problemas comuns nessa fase, as dicas para aliviar o desconforto da amamentação e também alguns benefícios desse ato de amor para as mamães.

Durante a gravidez as futuras mamães imaginam a experiência da amamentação, sonham acordadas com o momento em que terão nos braços o seu bem mais precioso, o qual será aconchegado no seio… O grande dia chega e nem sempre é tão perfeito quanto o sonhado.

Nos primeiros dias é muito comum a mamãe estar ansiosa e cansada; os seios podem estar inchados, doloridos e o leite  pode não fluir como o esperado. No decorrer dos dias os mamilos podem rachar e até mesmo sangrar… Diante de situações como essas, muitas mães desistem de amamentar porque se sentem frustradas e incapazes (deve-se considerar a explosão hormonal desse período também).

Entretanto, o tempo e a prática são fatores fundamentais para o alívio do desconforto e o sucesso da amamentação.

 Entendendo melhor…

Dor no mamilo –  geralmente é causada porque o bebê está segurando o mamilo de forma incorreta. Por isso a importância dele fazer a “pega” certa desde o primeiro momento que é colocado no seio.

728px-Heal-a-Cracked-Nipple-when-Breastfeeding-Step-9
Fonte: wwwwikihow.com
anatomia-seio-para-amamentacao-e-a-posicao-correta-da-pega-foto-alila-medical-mediashutterstockcom-0000000000010653
Fonte: www.uol.com.br

Dor na parte mais polpuda do seio – normalmente é ocasionada pelo inchaço do seio devido ao excesso de leite, pois nos primeiros dias após o parto o corpo ainda não teve tempo suficiente para ajustar a produção as necessidades do bebê.

Rachaduras e sangramentos –  são praticamente impossíveis de evitar nas primeiras semanas depois do parto, pois a boca do bebê é muito pequena. A “pega” incorreta é a principal causa de mamilos rachados. Contudo, existem outros motivos:

  • O bebê pode ter uma infecção fúngica na boca ou na garganta conhecida como sapinho e passar para mãe durante as mamadas. Os sintomas incluem mamilos rachados e doloridos, vermelhidão e coceira nos seios. O médico deve ser procurado nessa situação.
  • Mastite, uma infecção bacteriana nos ductos lactíferos, pode rachar os mamilos e fazer com que eles fiquem inflamados demais para uma amamentação adequada. Ela pode gerar febre, calafrios, dores no corpo inteiro e até complicações mais sérias. Muitas mulheres precisam ficar hospitalizadas e receber doses altas de antibióticos para combater a infecção.
  • Síndrome de Raynaud, faz com que os mamilos fiquem azuis ou esbranquiçados depois das mamadas, causando dor quando o leite retorna.

Algumas dicas…

Para evitar ou aliviar os problemas é fundamental seguir alguns conselhos.

  • Lavar os mamilos com água morna, evitando usar sabonete, perfume e hidratantes.
  • Deixar o bebê largar o seio espontaneamente ou, se necessário, colocar um dedo suavemente na boca do bebê de modo a interromper a sucção.
  • Aplicar uma gota de leite no mamilo e na auréola após cada mamada e após o banho, pois facilita a cicatrização.
  • Expor os mamilos ao ar, sempre que possível, no intervalo das mamadas;
  • Evitar que os mamilos fiquem úmidos (a sugestão é usar protetor de silicone).
  • Usar uma pomada para auxiliar na cicatrização. (indico  a Lansinoh)

Eu recomendo!!

DSC_0362-650x433
Fonte: www.lansinohbrasil.com.br

A lanolina é um produto natural obtido a partir da cera de lã. É indicada para tratar as fissuras porque produz uma fina barreira na pele, impedindo a perda da umidade e acelerando a cicatrização. A pomada de lanolina é natural e inócua ao bebê, não precisando ser retirada antes de cada mamada.

A pomada é produzida na Austrália, com lanolina ultra pura (lanolina HPA modificada USP) e segundo o fabricante HPA® refere-se a um processo de fabricação suave e 100% natural, pela qual a lanolina bruta é refinada. Esta técnica patenteada pela Lansinoh realiza a extração de baixa temperatura das impurezas indesejáveis, sem utilizar agente branqueador e sem adicionar ingrediente extra.

 Consulte o site e tire suas dúvidas!

http://www.lansinohbrasil.com.br/produtos/amamentacao/lanolina-hpa

O machucado pode prejudicar o bebê?

O bebê ignora a dor da mãe e o ato de amamentar deve ter continuidade, salvo em casos  mais graves como inflamações e mastite.   A questão mais importante nesse caso é corrigir o problema e cicatrizar o mamilo o mais rápido possível, para que a amamentação volte a ser prazerosa para ambos.

Os benefícios para as mamães

O leite materno constitui o melhor alimento para o recém-nascido, mas a importância da amamentação não se limita à questão da saúde infantil, visto que é também um momento único, onde mãe e filho iniciam um processo de conhecimento mútuo, que se prolonga por toda a vida. Além disso, traz benefícios também para a mamãe. Para relembrar os benefícios do aleitamento para os bebês clique Benefícios para o bebê

  • Diminuição da incidência de hemorragias pós-parto e anemia.
  • Ajuda na recuperação do peso no período pós-parto.
  • Facilita o retorno do útero ao tamanho normal (involução uterina).
  • Estabelece e reforça a ligação emocional com o bebê.
  • Aumenta a confiança, a sensação de bem-estar e de segurança.
  • Simplifica as rotinas diárias porque está sempre pronto e ideal para uso.
  • É gratuito.
  • Diminui o risco de câncer da mama pós menopausa, câncer de ovário, osteoporose, doenças cardíacas, entre outras.
  • Atrasa a menstruação.

Então é isso! Espero que esse post ajude as futuras mamães a serem persistentes em sua missão!

Fonte imagem destacada: http://seupediatra.com